AMAR LIVREMENTE

amor livre, amor libre, free love, relacionamento aberto, namoro aberto, casamento aberto, phazed, art phazed,
imagem: phazed

Fala galera,

Para quem me acompanha a mais tempo deve saber que eu gosto e vivo de ideias libertárias e que façam a gente se desprender dessa grande bolha tóxica em que muitas pessoas vivem. Falar de sexo é maravilhoso e eu amo, mas falar de amor... É fantástico! 

Eu realmente fico muito feliz em ver que os debates sobre amor livre vem se popularizando, mas ao mesmo tempo triste por ter sido tão tardio. O debate já existia nos anos 60, mas o tema tornou-se mais visto no início dos anos 90 com objetivo de questionar esses modelos de relacionamento já construídos socialmente. 

Para mim, esse termo "amor livre" só existe porquê maioria das pessoas vivem um amor preso, escravo, controlado. Caso contrário, esse termo nem existiria. Amor e liberdade são coisas que devem andar juntas sempre. Amar por livre e espontânea vontade, sem obrigações, sem medos, sem interesse, apenas porquê duas (ou mais) pessoas se amam, porquê tal pessoa te nutre (isso não significa que ela te complete,  até porquê já somos inteiros) e soma com você. 

Amor livre não é a putaria que algumas mentes humanas pregam por aí, não mesmo. Amar livremente é  simplesmente amar sem precisar necessariamente de um contrato ou um anel no dedo; é você ser autoconfiante primeiro; é você não ser escravo de outra pessoa; nem dependente; é você não ser uma propriedade e não ter alguém como propriedade sua. Não é sobre falta de responsabilidade que estamos falando, é sobre você amar uma outra pessoa sem outros fins que não seja o amor. 

Amar livremente não significa que você precisa ter vários parceiros ou parceiras, ou que precisa viver fazendo surubas, ou que não pode sentir ciúmes etc. O amor livre não tem um conceito formado, até porquê esse debate veio para questionarmos nossos conceitos. Ele veio para fazer você viver de uma maneira que seja saudável, sem posse, sem controle sobre o outro, sem escravidão, com muito mais amizade e muito mais amor. 

Os seres humanos tem uma certa fixação por ser único e indispensável. Só que você realmente é único ou única, mas por ser você, entende? E não pelo fato de uma pessoa apenas te amar e dizer que será pra sempre. E você também pode ser dispensável, não há problemas nisso. Nós, terráqueos, podemos amar mais de uma vez sim e também podemos amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo também - acontece as vezes. Os seres humanos deixam de viver histórias lindas que poderiam ser incríveis e acabam não sendo sinceros com eles mesmos. 

Ser sincerx com você mesmx é essencial e primordial.  Vivam o amor! Simplesmente por que amam. 

Desejo muita luz e autoconhecimento pra vocês. Até o próximo post e se achou interessante: compartilha! Com esse ato você pode se tornar um herói ou uma heroína. 

Com amor, Priscila ❤

2 comentários:

  1. Priscila, muita verdade em suas palavras. Quando as pessoas falam em amor livre, pensam logo no sexo a três, com pessoas do mesmo sexo etc... Que seja, que seja de livre e espontânea vontade da pessoa, sem as barreiras que a sociedade impõe e nos escraviza.
    òtima abordagem.
    Mil beijos e uma semana incrível!
    DMulheresInstagramFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre muito lindo te ter por aqui, Sheyla! Fico muito feliz por ter gostado do post e por compartir das mesmas ideias que as minhas. Você é ótima! Beijos mil pra você, ótima semana!

      Excluir

NÃO USE OS TEXTOS AQUI CITADOS PARA FINS LUCRATIVOS. CASO CONTRÁRIO SERÁ CONSIDERADO PLÁGIO. . Tecnologia do Blogger.